Logo
Vídeos 6 de março de 2021
Cinema de autoria feminina – Kalyne Almeida

No cinema paraibano, como no cinema brasileiro, ainda seguimos assistindo a uma quantidade muito maior de filmes dirigidos e produzidos por homens. Depois do pioneirismo de Vânia Perazzo, somente em 2020 registramos a estreia da segunda mulher a dirigir um longa-metragem de ficção na Paraíba.

É neste cenário, que o CCBNB vem destacar os filmes produzidos e dirigidos por mulheres que atuam na produção e na difusão de cinema e a repercussão de novos nomes e dos seus trabalhos por todo o país.

Pra começar, convidamos Kalyne Almeida. A diretora acaba de marcar história lançando “Aponta Pra Fé ou Todas as Músicas da Minha Vida”, seu longa de ficção e neste encontro, essa diretora que é também jornalista e pesquisadora, além de nos falar sobre o processo do seu fazer cinematográfico, faz também uma reflexão sobre o protagonismo da mulher em todas as áreas de atuação, especialmente dentro da sétima arte, sem deixar de rememorar como os corpos femininos foram e são retratados nas narrativas até os dias atuais, e qual simbologia que tudo isso pode ter.

Pretende-se, ainda, buscar, através de um contexto histórico, as marcas do protagonismo feminino no cinema paraibano, o caminho da vivência simbólica da mulher no nosso cinema, afim de colocar em debate os espaços conquistados e as expectativas futuras para as mulheres.

https://youtu.be/ZhxB-hdFgRc 

 

Conheça mais sobre os centros culturais do Banco do Nordeste em https://www.bnb.gov.br/cultura​.

Siga também no Instagram:

@ccbnb_fortaleza

@ccbnb_cariri

@ccbnb_sousa