Logo
Teatro 10 de março de 2022
Prefeitura divulga a programação do Festival de Verão Cidades Criativas
thumb

Começa na próxima terça-feira (15), a programação do Festival de Verão Cidades Criativas, evento realizado pela Prefeitura de João Pessoa que reúne música, teatro, dança, cultura popular, cinema, literatura e artes visuais. As atividades ocorrem até o dia 19, contando com representantes dos 12 municípios que participam do programa da Unesco no Brasil. Para conferir a programação completa acesse o link.

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) explicou que as atividades envolvem oficinas, seminários, intervenção urbana, gastronomia e artesanato, acontecendo de forma descentralizada em equipamentos como Pavilhão do Chá, Hotel Globo, Centro Cultural Mangabeira Tenente Lucena, e diversos espaços públicos, a exemplo da orla, igrejas e escolas.

O diretor executivo da Funjope, Marcus Alves, afirmou que o objetivo da Prefeitura com o evento é integrar as diversas modalidades culturais em João Pessoa com as cidades que são selo Cidades Criativas, da Unesco. “Estamos promovendo um processo de integração cultural e nosso objetivo é fortalecer todas as culturas da cidade. Vamos também trabalhar a capacitação com oficinas e cursos, e fazer boas intervenções urbanas na cidade”, afirmou.

A secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest), Vaulene Rodrigues, observou que, apesar de João Pessoa integrar a rede da Unesco no segmento artesanato e arte popular, a cidade trabalha, de forma transversal, todas as áreas da economia criativa. “No festival, estamos envolvendo as sete segmentações da Unesco e agregamos outras, como a dança e a arte urbana. Com isso, estamos promovendo inclusão, possibilitando que pessoas usem sua criatividade e expertise para gerar sua própria renda, além de fazer um grande intercâmbio de ideias e iniciativas com outros estados e até outros países”, comentou.

Ela lembrou que João Pessoa lançou, recentemente, o programa ‘Eu Posso Criar’ e vem desenvolvendo ações de fomento e apoio a toda rede criativa da cidade. Para ela, ações como essa estão conectadas com o objetivo principal.

PROGRAMAÇÃO

Logo na estreia do Festival, dia 15, às 19h, na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, tem um dos destaques da música. A Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) e a Companhia Municipal de Dança apresentam o espetáculo ‘Poesia do Som – Uma Homenagem a Sivuca’.

No dia 16, acontece um show que comemora os 50 anos do Quinteto Violado na Casa da Pólvora, às 17h. E, no dia 19, a partir das 15h, tem shows no local, entre eles, do Mestre Fuba. A programação musical segue diariamente.

O teatro entra em cena na quarta (16), a partir das 16h, com apresentação de Dendê Ma’at e Cia Tanz, na Casa da Pólvora. No Colégio Marista Pio X, o espetáculo ‘De João para João’, com direção de Tarcísio Pereira, será encenado na quinta (17) e sexta (18), às 19h30.

A programação de dança começa também na quarta (16), com apresentação da Cia de Dança de Campina Grande e o Ballet Popular da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) no Largo do Busto de Tamandaré, a partir das 16h. Outros espetáculos de dança acontecem até a sexta (18).

Na cultura popular, os artistas se apresentam a partir do dia 16, em diversos locais. Terão participações do Urso Preto e as Paquitas, Cavalo Marinho Semente do Mestre João do Boi e Maracatu Pé de Elefante. E a programação não para por aí, seguindo com a noite do repente, a Ciranda dos Tupinambás e a Escola de Samba Malandros do Morro. No sábado (19), tem programação infantil no Parque Solon de Lucena, às 16h.

Também uma intervenção urbana com grafite na caixa d’água do Ortotrauma de Mangabeira, feito por Rodrigo Rizo, de Florianópolis, e no Trevo das Mangabeiras, assinada por Patrícia, Dedoverde, Thaynha, Américo, Mulinga e Baby.

Cinema, literatura e artes visuais – Quem gosta de cinema pode conferir a palestra programada para o dia 18 com a produtora cinematográfica Diana Bustamante, das 10h às 14h.

A literatura tem espaço no Pavilhão do Chá, na sexta (18) e sábado (19), a partir das 9h, dentro do projeto Rota das Letras, envolvendo feira de livros e artesanato, oficina de cordel e contação de histórias. Haverá também debate literário e lançamento de obras.

Nas artes visuais, cinco exposições acontecem todos os dias, a partir da quarta (16), nos equipamentos da Funjope, entre eles, a Galeria Casarão 34 e o Museu do Artesanato. As oficinas abordam artesanato, botânica, artes, design e quadrinhos e, quem quiser se inscrever, deve acessar o link https://forms.gle/MCpukibwU5a6Ytu17. Serão realizados três seminários no auditório do Sebrae, dias 16, 17 e 18, das 15h às 17h, e a Fundação realiza ainda intervenções urbanas e a Feira Criativa de Verão, no Largo de Tambaú.